Procurando...

Todos nós nascemos equipados para aprender um idioma. Algumas pessoas demoram mais para aprender, mas em algum momento elas aprendem. Nós temos diferentes tipos de inteligência, um bom professor vai assegurar-se de que o método utilizado dê, a todos os tipos de aprendizes, as chances necessárias de aprender do seu jeito próprio. Algumas pessoas são do tipo visual verbal (aprendem lendo), algumas são do tipo não-verbal/pictórico (aprendem melhor a partir de diagramas e fluxogramas, imagens), algumas são auditivas (aprendem ouvindo), algumas são cinestésicas (aprendem fazendo), essas pessoas têm que fazer alguma coisa enquanto estão estudando, pode ser um desenho ou fazendo anotações. Na verdade estas pessoas são aquelas que aprendem fazendo as coisas, elas saem montando o armário, ao invés de ler as instruções antes. O método tradicional de aprendizado de idiomas privilegia um tipo em detrimento do outro. Por isso alguns alunos são rotulados como maus alunos, ou seja, aqueles “que não têm jeito pra línguas. E agora... QUAL É SEU TIPO?

Linugox
Saturday, April 6

Mr., Mrs., Ms. e Miss

Quando andávamos na escola, nas aulas chatas de inglês, aprendemos que Mr. (pronuncia-se míster) é um termo usado para se dirigir respeitosamente a um homem, seja ele casado ou não.
Por exemplo, Mr. Montgomery Scott significa Senhor Montgomery Scott.

Uma mulher casada é tratada por Mrs. (pronuncia-se misses), sendo o último o apelido do marido.
Por exemplo: Mrs. Susan Storm Richards é Senhora Susan Storm Richards.

Ao nos dirigirirmos a uma mulher  solteira, usamos o Miss (escreve-se e pronuncia-se assim),.
Por exemplo: Miss Dale Arden será Senhorita Dale Arden.

Mas e como nos dirigimos correctamente a uma mulher viúva? Ou divorciada? E se não soubermos o estado civil dela? Isso alguns de nós não aprendemos na escola pública, talvez nos colégios privados se aprofunde mais a questão. Felizmente, a internet ajuda-nos a não morrer ignorantes

Quando o estado civil de uma mulher é desconhecido ou irrelevante, usa-se Ms. (pronuncia-se miz). 

Se for divorciada, pode escolher se continua a usar Mrs. ou se muda para Ms.. Se a mulher ainda é solteira, pode optar pelo tradicional Miss ou adotar Ms.. A escolha é dela. 

O Ms. foi criado pelas mulheres para quando não querem que se saiba se são ou não casadas. 

Usado mais por mulheres mais velhas, mas ainda solteiras, as chamadas tias, Ms. está a tornar-se rapidamente universal, e algumas muheres casadas e solteiras, novas ou mais velhas já comecam a usar este prefixo. 

É mais um sinal da emancipação da mulher, que também exige um prefixo comum, como acontece com os homens.



 
Ir ao TOPO!