Procurando...

Todos nós nascemos equipados para aprender um idioma. Algumas pessoas demoram mais para aprender, mas em algum momento elas aprendem. Nós temos diferentes tipos de inteligência, um bom professor vai assegurar-se de que o método utilizado dê, a todos os tipos de aprendizes, as chances necessárias de aprender do seu jeito próprio. Algumas pessoas são do tipo visual verbal (aprendem lendo), algumas são do tipo não-verbal/pictórico (aprendem melhor a partir de diagramas e fluxogramas, imagens), algumas são auditivas (aprendem ouvindo), algumas são cinestésicas (aprendem fazendo), essas pessoas têm que fazer alguma coisa enquanto estão estudando, pode ser um desenho ou fazendo anotações. Na verdade estas pessoas são aquelas que aprendem fazendo as coisas, elas saem montando o armário, ao invés de ler as instruções antes. O método tradicional de aprendizado de idiomas privilegia um tipo em detrimento do outro. Por isso alguns alunos são rotulados como maus alunos, ou seja, aqueles “que não têm jeito pra línguas. E agora... QUAL É SEU TIPO?

Linugox
Sunday, January 27

A pronúncia do italiano: as consoantes D e G

Em italiano costuma-se dizer que Piano piano si va lontano (Devagar se vai ao longe). Então, queridos leitores, estamos aqui com mais algumas dicas para aprender a pronunciar bem a língua italiana:

Consoante D

1) A letra D em italiano diante de I possui uma pronúncia diferente do que geralmente fazemos no Brasil (pelo menos nós cariocas!), e é idêntica à pronúncia em Portugal. Tendencialmente, quando o D está antes do I /DI/, nós brasileiros pronunciamos /DJI/. Por exemplo: dimora, divino, diavolo, dittatore, dittatura, ditta [morada, divino, diabo, ditador, ditadura, empresa]

2) Diante das demais vogais: A, E, O, U a pronúncia é como em português.
Exemplos: Dante, delega, dominio, duomo. [Dante (nome próprio), mandato, domínio, catedral]


A consoante D é representada pelo símbolo IPA /d/ e é uma consoante oclusiva dental sonora [it.: occlusiva dentale sonora].



 
Ir ao TOPO!